Espécies tolerantes ao pH alcalino: produção com 50 a 100% de SO-MUSAMI.

Espécies com pH neutro ou ácido: misturar o SO-MUSAMI com terras ácidas com origem em paisagem de altitude nas proporções de 25 a 75% de SO-MUSAMI.

 

 

Recomendações

 

Armazenamento

  •  Cobrir com plástico ou tela o produto a granel afim de evitar contaminação, pelo vento e aves, com sementes de infestantes e outros patogénicos.

Humedecimento

  • Nunca deixar o composto secar totalmente porque o humedecimento torna-se muito mais difícil, com elevadas perdas de água por escorrência superficial e/ou drenagem profunda;
  • As necessidades em água são muito elevadas, o composto a granel apresenta, em média, 40% de humidade e quando muito húmido 80%. Neste intervalo (de 40 a 80%) retém cerca de 280L de água por m3 de composto.

Plantação

  • De preferência semear ou plantar 2 a 3 semanas após a incorporação no solo do SO-MUSAMI. Intervalo de tempo este necessário para reequilibrar a biologia do solo e evitar carências precoces e temporárias em azoto e fósforo nas plantas.
  • Nas culturas regadas, humedecer bem o solo logo após a incorporação do SO-MUSAMI. As necessidades em água de rega para humedecer bem o solo são muto maiores quando comparadas com as necessidades da terra. Dividir as necessidades globais em água por várias aplicações espaçadas no tempo (meio dia a um dia).

Adubação

  • Sistemas de produção fora do modo de produção biológicas
    • Nas culturas de crescimento rápido e muito exigentes em fósforo e azoto pode justificar-se a adição suplementar de adubos azotados e fosfatados.
  • Sistemas de produção dentro do modo de produção biológicas
    • Produto muito equilibrado e com capacidade nutricional para alimentar as culturas ao longo de vários ciclos culturais.